Bom dia!           Domingo 17/12/2017 11:44
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home | Diretoria | Boletim | Associe-se | Fale conosco | Mapa do Site | Webmail               
• 01/12/2017 - sexta-feira

Mensalidade associativa sofrerá alteração

Temer ataca, brutalmente, os trabalhadores, o sindicalismo e até a Justiça do Trabalho.
 
1) O primeiro ataque é a liberação geral a terceirização, agravando a precarização do trabalho;

2) O segundo é a lei trabalhista, que corta direitos, extingue a contribuição sindical e esvazia a Justiça do Trabalho. Quanto ao sindicalismo, acaba a contribuição sindical - um dia de trabalho anual, em março - do qual o Sindicato ficava com 60%;

3) O terceiro é a reforma da Previdência, cujas maldades dispensam comentário.

Portanto, sem contribuição, os Sindicatos terão de viver só da mensalidade do sócio, mas mantendo toda a rede de serviços. No nosso caso: sede, Jurídico, Clube de Campo, ação sindical, seguro de vida, convênios, boletins, benefícios para acidentados (DIT) e outros.

Você não sofrerá mais o desconto de um dia em março. Porém, é a base que terá de garantir seu órgão de classe.

Para tanto, e a fim de manter a ação sindical e toda a nossa rede de assistência e serviços, teremos de ajustar a mensalidade associativa de 1% para 1,5% do salário-base.

Contamos com a sua compreensão.

E mais: contamos com a participação crescente da categoria.

A classe trabalhadora está sob ataque de um governo que é agente do capital. Temos de nos unir e nos defender!