Boa noite!           Quarta 22/11/2017 19:47
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home | Diretoria | Boletim | Associe-se | Fale conosco | Mapa do Site | Webmail               
• 14/11/20017 - sexta-feira

Juiz mantém decisão
e derrota Gerir outra vez

A Gerir, aquela Organização Social suspeita, que o prefeito Guti foi buscar em Goiás, perdeu novamente na Justiça, nesta terça, dia 14.

Contrariada com decisão do dr. Renato Luiz de Paula Alves, da 3ª Vara do Trabalho de Guarulhos, dia 7, que suspendeu o convênio entre Prefeitura e Gerir pra administrar boa parte da rede municipal de saúde, a OS pediu ao juiz reconsiderar sua decisão. Pedido negado.

Nosso advogado, Marcelo de Campos Mendes Pereira, comenta: “Recorrer é direito da parte. Mas essa segunda derrota de Gerir mostra que o Stap estava certo ao buscar a liminar”. Nosso presidente Pedro Zanotti Filho completa: “Fomos à Justiça em defesa dos Servidores, da Saúde pública e do direito da população. Demandaremos onde for preciso, sempre com a base mobilizada. Saúde não é mercadoria. Servidor não é peça que gasta e se descarta”. 


Em maio, Servidores fizeram protesto contra o Instituo Gerir em frente ao HMU

Relembre - Dia 7, o juiz da 3ª Vara deu 20 dias pro Instituto Gerir deixar a administração do HMU, do HMCA “e centros médicos pelos quais ficou responsável”. Sobre transferências: “A Administração não respeitou o princípio do interesse público nas movimentações dos seus Servidores, já que priorizou deslocamentos com o intuito de atender ao convênio firmado, sem demonstrar a real necessidade do serviço”.

A decisão também proibiu a prática da terceirização, aplicando nova derrota às iniciativas privatistas do governo Guti.