Boa noite!           Quarta 22/11/2017 19:43
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home | Diretoria | Boletim | Associe-se | Fale conosco | Mapa do Site | Webmail               
• 8/11/2017 - quarta-feira

Medida arbitrária pode prejudicar
mais de 200 Professores



Nesta quarta (8), nosso presidente Pedro Zanotti Filho esteve na Secretaria de Educação Cultura, Esporte e Lazer (Secel), a fim de protocolar ofício cobrando posição quanto ao processo de remoção, escolha de sede, atribuição e fechamento de salas de educação infantil.

A projeção para 2018 feita pela secretaria, com uma estimativa da quantidade de salas, faz com que as creches tenham redução de salas. “Já está sendo feito chamamento de pais para matrícula dos alunos. Acontece que mudou o cenário das salas. Isso faz com que os professores tenham que deixar seus postos de trabalho, sendo excluídos automaticamente”, afirma nossa diretora Sara Santana, que também é professora.

O Sindicato é totalmente contrário à proposta. “A medida é arbitrária. Para que haja a movimentação, deve ser levada em conta a classificação dos Professores. Sem isso, os profissionais podem ser prejudicados”, reforça Sara.

Pedro - O presidente Pedro Zanotti Filho alerta: “Não é justo que mais de 200 Professores de educação infantil fiquem sem sede e horário de aulas, mesmo tendo pontuação para escolher”. E completa: “Caso a secretaria não resolva da forma administrativa, iremos recorrer ao Judiciário para garantir uma forma justa de escolha”.

Ofício - O documento encaminhado pede reunião com a secretária Marli Aparecida Nabas e com o responsável pelo mapa de classes e movimentação de Professores. “Solicitamos reunião antes do dia 16, mesmo porque haverá escolha de período para quem tem sede nas unidades escolares”, explica Sara.

Informações
- No Sindicato, ligue 2468.2607. Fale com nossos diretores.

Presidente Pedro protocola ofício na Secel